41 3402-9809

Rua Francisco Derosso, 375, Xaxim - Curitiba/PR

Topo

Consultor SEO: O que é e Como Escolher o Melhor

PageUp / seo  / Consultor SEO: O que é e Como Escolher o Melhor

Consultor SEO: O que é e Como Escolher o Melhor

SEO é a sigla do conceito inglês Search Engine Optimization. Não muito diferente, como aconteceu com centenas de outros termos, é mais comum usar o termo SEO para fazer referência a esta técnica de Marketing. O SEO  engloba uma série de práticas, técnicas e ações que tem como objetivo posicionar a uma página da web entre os primeiros resultados obtidos ao realizar uma pesquisa em um buscador. E, por conseguinte, atrair todo o tráfego possível para o site, já que, ao aparecer entre os primeiros resultados que você irá fazer com que mais gente entre.

Com pesquisa nos referimos a um sistema informático que busca arquivos armazenados e também se pode chamar motor de busca. O mais conhecido é o Google e, normalmente, todo o trabalho de um consultor de SEO está focado em uma página da web estiver no primeiro resultado da primeira página do Google.

Assim, este sistema funciona fazendo pesquisas com palavras-chave ou árvores hierárquicos por temas. Portanto, para que o pesquisador encontre a sua página web, entre essas pesquisas, necessita de um consultor SEO ou alguém especializado nesta técnica.

O SEO é focado a obter tráfego orgânico, o que se obtém ao realizar uma busca e não tenha sido pago. Ou seja, não é um anúncio publicitário já que este corresponde ao termo SEM.

Os principais motores de busca que existem atualmente são três, com o Google a cabeça, seguido de Yahoo e Bing. O SEO, ou search engine optimization permite que, quando uma pessoa realiza uma pesquisa em um motor como os anteriormente indicados, esteja nas primeiras posições de uma ou outra sugestão. Se, por exemplo, um usuário busca por empresas de engenharia e para fazer a busca, escreve o keyword ou palavra-chave “empresas de engenharia em Portugal” aparecerão na primeira página as empresas que, segundo os motores de busca, podem ser mais relevantes para o usuário, ou seja, que têm trabalhado melhor o seu SEO.

Hoje em dia, é muito comum que as pessoas realizem pesquisas utilizando o Google e outras plataformas símiles e, por isso, suas páginas de resultados são espaços em que é absolutamente necessário aparecer. Aí reside a importância do SEO: gera a possibilidade de ser encontrado mais facilmente por pessoas que representam um grupo potencial de interesse.

A história do posicionamento nos buscadores

A visão do Google a partir da data em que se constituiu como empresa, foi se tornar o maior inventor de todo o mundo. E com trabalho árduo e muita tecnologia, conseguiu. A prática do SEO se foi sofisticando a medida que os motores de busca melhoraram os seus critérios de priorização de resultados. O usuário emite uma pergunta ao digitar uma expressão na pesquisa e este lhe devolve uma resposta cada vez mais aperfeiçoada. A resposta ou grupo de respostas que oferece a pesquisa é bastante amplo, mas está ordenado de forma tal que as primeiras posições responsável por sites ou portais que tenham maior concordância com o critério de pesquisa inserido.

No início, os fatores necessários para que uma empresa possa aparecer nas primeiras posições nas páginas de resultados de pesquisa não eram excessivos. Cabe dizer que todo o funcionamento os motores de busca se baseia em algoritmos que cada vez incluem mais fatores e, portanto, são cada vez mais complexos. Em uma primeira etapa, para aparecer nas primeiras páginas, bastava incluir as palavras-chave que podem nos procurar por todo o site, repitiéndolas várias vezes sem a necessidade de ter em conta o contexto. O robô do Google rastreaba site e ao encontrar tantos termos iguais ou semelhantes ao do keyword internado, oferecia este site como sugestão para o resultado.

Para o ano de 2007, foram usados 200 parâmetros para otimizar os resultados de busca no Google. Mas com o tempo, foram incorporados outros critérios como, por exemplo, a duplicação de conteúdo. Muitas empresas começaram a duplicar textos de sites para tentar obter um melhor SEO, mas o que aconteceu é que o usuário, ao pesquisar, estava conteúdos sem sentido, obviamente concebidos com o único fim de ser encontrados, mas não de dar uma informação relevante. Isto levou os principais motores de busca a esforçar-se para penalizar sites com baixos pontos de SEO, ou seja, não os ajudando a aparecer nas primeiras posições. Assim se evitam duplicações e o usuário continua a ser o mais importante.

Como funcionam os motores de buscas?

Em questão de segundos, os motores realizam várias ações para oferecer ao usuário as melhores opções para a sua pesquisa. Uma das tarefas é o rastreamento, que inicia com uma lista de endereços da web seja de pesquisas anteriores, como de sitemaps. Os robôs rastreiam os links para outras páginas, decidem se o tempo de carregamento é o ideal, se há conteúdo atualizado, se são novos sites, etc., Todo esse rastreamento ajuda a dar bons resultados de busca.

A próxima ação que realiza o motor é a inclusão de um índice em que são classificadas as páginas rastreadas segundo seu conteúdo, a sua autoridade e relevância. A pesquisa avalia centenas de aspectos neste passo, por exemplo, se o conteúdo inclui vídeos, animações, se os conteúdos são frequentemente atualizados, etc.

A terceira ação de mecanismos de pesquisa, é aplicar o algoritmo, um processo informático que decide em milissegundos o posicionamento. Todo este processo dá uma lista ordenada de sites como sugestões para a pesquisa. Mapeia um pagerank de cada uma e de acordo com isso, é gerada uma ordem. Se uma página não se registra um bom conteúdo, um bom número de links interessantes nas redes sociais e páginas de referência externa, se a indexação dentro do site não é clara, se não forem usados corretamente as expressões, se não se oferece uma experiência de navegação adequada, etc. a web não terá um bom pagerank aparecerá abaixo de outros sites da concorrência.

Esta conclusão leva a pensar em dois grandes riscos de um mau posicionamento nos motores de busca. Por um lado há o risco de perder visibilidade, já que a web está abaixo dos resultados de pesquisa e é aproveitado uma grande oportunidade de dar a conhecer os seus produtos ou serviços. Por outro lado, existe o risco de dar lugar a empresas ou iniciativas da concorrência. Uma empresa que investe em propaganda, que oferece bons produtos, que se esforça para ser bom, mas que não está nas primeiras posições dos resultados de pesquisa, não só perde alcance, se não que beneficia a sua competência, jogando por terra todo o seu esforço, pois na hora de procurá-la, ninguém pode encontrar em primeiro lugar e os clientes (potenciais ou reais) poderiam interessar-se por outra empresa que oferece o mesmo, mesmo que esta outra não faz as coisas tão bem como a primeira.

Para que é necessário um consultor SEO?

Você pode se perguntar, porque eu quero estar na primeira página do Google? Os números das pesquisas realizadas no Google, não se sabe com exatidão, mas são números exorbitantes, já que tornou-se a resposta a todas as incógnitas. Quer um restaurante italiano para o jantar deste sábado com seus amigos e não conhece nenhum? É fácil e simples! Você entra no Google e digita: “restaurante italiano”. Você não vai passar da primeira página e é muito provável que você acabe indo para jantar a um dos primeiros lugares. Para que a sua empresa ou seu projeto esteja nos primeiros lugares ao procurar uma categoria específica -vale qualquer coisa, desde empresas de limpeza até cabeleireiros caninas – você precisa de um consultor de SEO.

Também é possível que quando você ler estas linhas lhe venha à cabeça uma pessoa que em seu momento se disse que o SEO não servia para nada ou que um consultor de SEO não era necessário para fazer o seu negócio crescer e ter mais vendas. Bom, se enganou completamente. A não ser que seu público-alvo não saiba como usar um dispositivo com Internet. O tráfego que recebe uma campanha de SEO é o mais fiável e duradouro que vai obter, mas requer tempo, esforço e muito trabalho.

De maneira geral, consultoria serve para realizar diagnóstico, elaborar e desenvolver estratégias que possam levar a sua empresa a alcançar os objetivos determinados da melhor maneira. Por se tratar de uma área relativamente desconhecida para a maioria dos empresários, a consultoria SEO – PageUp se torna necessário para orientar as decisões de estruturação e investimento nessa área.

A todo o momento pessoas estão na internet procurando atender suas necessidades, seja ela de compra, vendas, prestação de serviço, busca de opinião entre outros. Com isso, vêm algumas perguntas, onde sua empresa está posicionada no mercado online hoje? Você consegue gerar receita ou leads através da internet?

Quando chega a hora de construir um site para a sua empresa ou para o seu negocio, alguns empreendedores percebem a necessidade de orientações de SEO; contratar um consultor. O problema é que a maioria não tem ideia de qual o momento certo de contratar o consultor e muitos acabam contratando o serviço somente quando o site está completamente desenvolvido e, que muitas vezes, na maioria dos casos leva a problemas mais sérios e contratempos caros.

SEO é o processo de melhorar a visibilidade orgânica (naturais ou não pagas) de um blog/site nas páginas dos motores de buscas (Google, Yahoo, Bing, etc.), incorporando elementos estratégicos na estrutura do conteúdo e até mesmo nos códigos.

Uma consultoria de SEO irá pesquisar cautelosamente e selecionar a melhor a palavra-chave (keyword) para o seu negocio – segmento e aplicar na página que será desenvolvida pra ter destaque (posicionamento) nos mecanismos de pesquisa.

Quais as funções de um consultor seo?

Uma vez que você tenha aceitado e entendido que um consultor SEO pode lhe ajudar e muito em melhorar os lucros do seu negócio ou dar a conhecer muito mais gente seu projeto até agora escondido nas últimas páginas nunca visitadas. Então, quais são as funções e tarefas que fará um consultor de SEO e que o fará merecedor de uma parte do meu orçamento?

Um consultor SEO deve ser capaz de definir uma estratégia para planejar quais serão as ações que se vão realizar e em que prazo de tempo. O consultor deve ser capaz de analisar a forma como chegam os usuários para a página da web em questão. Para isso, o especialista deve analisar a concorrência, definir quais são as palavras-chave que interessam ao meu negócio e fixar uma construção de links ou linkbuilding. Além disso, o consultor de SEO deve rever esta estratégia, uma vez que vá avançando o projeto.

O consultor SEO presta muita atenção às palavras-chave, já que os motores de busca fazem seu trabalho com elas e os usuários realizam suas pesquisas escrevendo-as. O consultor deve definir quais são as expressões que funcionam na página web e sugerir que outras palavras-chave podem ser benéficas para os resultados. Por sua vez, o consultor de SEO que controla a quantidade que há nessas palavras chaves é a adequada. É o que se chama de densidade.

consultor seo

Por sua vez, o consultor SEO encarrega-se de que a página web seja “amigável” com as diretrizes e normas que impõe o Google em seu algoritmo -o que muda constantemente, por isso é necessário que o consultor esteja totalmente atualizado-. Para conseguir isso, ele realiza uma série de ações e funções como ajustar a estrutura da web e otimização do conteúdo da página (os textos devem cumprir uma série de características).

Além disso, uma página web deve ser carregado à velocidade da luz, poder ser visto em qualquer dispositivo com acesso à Internet e ter um projeto que atraia e goste. Em maior ou menor medida, um consultor de SEO deve estar capacitado para cumprir com estas exigências dos internautas.

Como indicamos no primeiro ponto, o consultor de SEO deve controlar o linkbuilding ou a construção de links para posicionar a página web. Isso é simples de entender e é que a natureza da Internet é baseado no sistema de árvore e links que permite pular de um site para outro. A Internet é um hiperlink. Estes links vão orientar os usuários e são capazes de subir de postos a sua página web. Por quê? Quanto mais páginas ligam para a sua casa -desde que sejam bons sites – maior categoria você terá. Um consultor SEO também controla os links em sua página.

É função do consultor analisar o proposito e situação atual da empresa para poder elaborar e estruturar um plano de SEO eficaz que inclua a estratégia macro da empresa e detalhamento das ações a serem implementadas, entre elas:

  • Otimização de conteúdo on-page;
  • Produção de conteúdo em seu blog;
  • Link building;
  • Análise profunda de Google Analytics;
  • Táticas como SERP domination, ‘limpeza’ de resultados desfavoráveis, etc.

Para criar algo de qualidade e que gere resultados em curto, médio e longo prazo é necessário duas coisas: Tempo e Dedicação.

Coloque no papel: Quais as metas para a sua Consultoria SEO, em termos de aumento de tráfego, leads e faturamento?

  1. Aumentar em quantos % as visitas do seu blog/site?
  2. Qual o crescimento em contatos com essa consultoria?
  3. Qual crescimento você está buscando?

Exemplo:

  • Meta em tráfego: 1.000 visitas orgânicas por dia;
  • Meta em leads: Gerar 100 novos leads por dia;
  • Meta em vendas: Gerar 10 vendas por dia.

Infelizmente muitas empresas não fazem nada disso. Além de não definirem nenhuma meta clara, também não mensuram seus resultados.

SEO não é simplesmente otimizar um site ou um blog para mecanismos de busca. O SEO hoje é uma das bases da estratégia de marketing digital que envolve diversas áreas como: mídias sociais, geração de conteúdo, e-mail marketing, automação de marketing, entre outros.

SEO significa pensar na imagem positiva do publico com o seu conteúdo e construir uma reputação solida para a sua empresa, independentemente do segmento.

Outras das tarefas do consultor SEO é controlar a segurança da página e que não entrem vírus ou se tornem ações que provoquem e analisar os resultados que vai obtendo, graças ao seu trabalho e ser capaz de mudar a estratégia quando não está a funcionar. Com total segurança, o consultor SEO leva a cabo uma série de tarefas, mas as nomeadas são as principais ações.

Há que ter em conta que o SEO não é magia nem a feitiçaria. Nem um milagre. O SEO não é algo que se consiga resultados em dois dias. Nem em um mês. Requer tempo e por ser paciente. Não obstante, se faz um bom trabalho vai melhorar e com muita velocidade o posicionamento do seu site nos motores de busca. Então, como escolher um consultor SEO?

consultor seo

Como escolher um consultor seo?

Embora seja difícil fazer uma definição exata, o perfeito consultor SEO deve cumprir com estas características:

  • Um consultor SEO deve ter conhecimentos ou formação focada no posicionamento dos motores de busca e conhecer as técnicas envolvidas.
  • Um consultor SEO atualiza os seus conhecimentos de forma constante, já que o Google é muito variável. Interesse em atualizar seus conhecimentos.
  • Conheça as diferentes técnicas, processos, ferramentas e programas que você costuma usar. Além disso, a diferença entre técnicas de SEO black hat, white hat.
  • É importante que seja uma pessoa criativa e original.
  • Um consultor SEO, você deveria ter uma boa capacidade de redação.
  • Um consultor SEO deve ser uma pessoa resolutiva que sabe como resolver imprevistos.
  • É importante que tenha uma boa capacidade de comunicação e atendimento aos seus clientes.

A importância de se fazer SEO

Em 677 segundos, tempo necessário para visitar uma infografia animada qualquer brevemente, efetuam-se mais de 26 milhões de pesquisas no Google, o maior buscador do mundo, o mesmo que atende mais de mil milhões de consultas a cada dia.

Mais de 80% dos usuários de Internet usam os buscadores para se informar sobre o que necessitam, para encontrar produtos, para amadurecer suas decisões de compra, etc. Dado importantíssimo que se eleva dia-a-dia. É natural pensar que existe uma necessidade real de ter uma boa posição nos motores de busca.

Razões principais para fazer SEO em um site

Imagem de marca: para uma empresa, um projeto ou qualquer ideia, aparecer no ranking de busca naturais dos mecanismos de busca, é sinônimo de prestígio. A imagem que as pessoas criam em sua mente é algo muito forte, que dificilmente muda com o tempo e, portanto, trata-se de um fator básico que se deve cuidar.

Credibilidade: Existe a possibilidade de aparecer nas primeiras páginas dos resultados de busca, pagando, através do sistema google Adwords ou o Bing Ads, etc., no entanto, está cada vez mais comprovado que a credibilidade obtida através do posicionamento orgânico é muito maior. O esforço que realiza uma marca para dar um bom conteúdo para seus visitantes, é muito poderoso e algo que mesmo quem não entende de SEO e marketing, aprecia, acima de publicidade paga.

Competitividade: No mundo dos negócios online, a concorrência é sempre alta. Convém perguntar-se se realmente é desejável que as empresas da concorrência tenham posições mais altas da própria. Um bom SEO é sinônimo de competitividade e formula o sucesso e a liderança no mercado.

Chegar às pessoas certas: Existe a possibilidade de, se não se faz SEO com consciência, se alcance um alvo errado. O SEO permite que as empresas atrair o tráfego que exatamente você procura, reduzindo, assim, a repercussão e melhorando a eficiência. Além disso, se se alcança o target correto, a interação no site, será muito maior, e você pode pensar no engajamento de marca mais facilmente.

Um site simples e prático: Com o passar dos anos, os sites foram se superando a si próprios até chegar a um padrão atual é conseguir que os usuários seja fácil navegarlos, encontrar o que precisam encontrar, aproveitar a visita, etc., Com o trabalho de Seo isto é mais simples e consegue oferecer um espaço eficiente e adaptado ao mundo atual.

Conteúdo: Além de cuidar do bom posicionamento, a criação de conteúdo de qualidade SEO friendly, ajuda a empresa a criar relações com seus clientes. Se um usuário acessar uma vez a um site e encontrar algo que realmente lhe atrai e/ou lhe serve, voltará. A recorrência aumenta quando o conteúdo é relevante e esta, por sua vez, aumenta a possibilidade de ter uma boa posição nos resultados de busca.

Chegar a todos: O comum não é que os usuários realizem buscas exaustivas na Internet. De fato, ao máximo passa da primeira para a segunda página de resultados.

Ações básicas para melhorar o posicionamento nos buscadores

É muito importante usar os rótulos, já que assim os motores de busca podem rapidamente ver a categoria do conteúdo incluído no site. As etiquetas devem ser usadas com muito cuidado; deve-se usar somente uma vez por página e você deve tentar usar palavras-chave em si.

Os títulos dos conteúdos do web site devem ser curtos, relevantes, diretos, e incluir a palavra-chave para se destacar.

Há que cuidar muito bem as meta descrições, ou seja, a breve explicação de cada conteúdo. Em geral, uma boa extensão para elas são 160 caracteres.

O linkbuilding é uma parte importante de seo externo ou off site. Trata-Se de conseguir incluir links do seu próprio conteúdo em outros sites. Há que escolher os termos que você deseja posicionar e estudar os mecanismos para conseguir esses links. Uma boa fórmula é criar parcerias com sites do setor ou fornecedores que possam ser influentes.

Nas redes sociais, é necessário ter uma forte atividade e criar através delas, uma boa quantidade de links da web, de forma que se gerem visitas referenciadas de modo a melhorar o SEO.

A nível técnico é muito recomendável ter revisões periódicas do SEO, que é uma prática muito ampla e minuciosa. Aconselha-Se procurar a equipe profissional especialista nesta matéria para poder executar corretamente essas funções.

Em conclusão, vale lembrar a frase: as pessoas não estão sites, são eles que estão as pessoas.

Por que se posicionar em primeiro lugar para Seo em Curitiba é chamado de posicionamento local?

  • É mais fácil conseguir posicionar com o nome da cidade que uma busca sem ela
  • São pesquisas mais segmentadas, mais fácil do que se convertam em clientes, não é o mesmo que se encontre um cliente em São Paulo, por exemplo, que um em Curitiba, um cliente mais próximo pode se tornar um cliente em potencial.

Duas formas de entender o Seo local para uma cidade como Curitiba

São dois grupos de critérios principais que se usam para determinar a posição de um site em um resultado de pesquisa: a autoridade ou popularidade, baseada na experiência do usuário e a relevância, que é a relação que os fatores de uma web têm com a pesquisa feita.

Agora, para conseguir um bom posicionamento nos motores de busca, trabalha-se a partir de dois pontos de vista do SEO:

  • SEO (on site): Isso seriam todas as atividades de SEO que você pode fazer dentro de um site para torná-lo mais relevante para o motor de busca. Ou seja, garantir que um site esteja otimizado de cara o motor. Entre algumas das ações encontram-se o tempo de carregamento das páginas, user experience, a otimização do código, o formato das urls, a otimização de palavras-chave, etc., Tudo o que se possa fazer dentro do site.
  • SEO (off site): Ao contrário do anterior, refere-se a todas as atividades que se podem realizar “fora do site” para conseguir um melhor posicionamento nos motores de busca. Os fatores mais importantes são os links da web que se encontram na Internet, seja em redes sociais, nos meios de comunicação, etc., Quando a qualidade e o número de esses links são elevados, é possível obter um melhor posicionamento. É por este motivo que o SEO como uma atividade de marketing deve ir de mãos dadas com todas as outras ações dentro de uma estratégia global: o e-mail marketing, branding, o trabalho de redes sociais, gestão da web, a publicidade offline e um longo etc.

Posicionamento em buscadores, SEO em Curitiba

Visto como funcionam os motores de pesquisa mais relevantes, como o Google ou o Bing, agora é tocar, fazer uma relação de interesses sobre como o SEO local pode afetar as empresas, independentemente de seu tamanho, e autônomos para melhorar seu posicionamento orgânico em tais motores de busca. E é que, o SEO, por enquanto, é a estratégia de Inbound Marketing que mais ROI (Retorno de Investimento) gera de todas quantas existem.

O motivo é bem simples: diante da grande avalanche de add-ons de Ad Blocking (bloqueadores de anúncios) que os usuários configurados no navegador que utilizam, por padrão, é imprescindível dar especial relevância ao conteúdo, o único que salta os filtros destas ferramentas. Os banners, over-lays ou display de anúncios em formato pop-up estão condenados a se tornar história, acima de tudo, após conhecer-se o anúncio oficial da Google, que indica que a partir de janeiro de 2017, todas as páginas que incorporem banners de maneira intrusiva receberão uma multa que impede rankearlas e posicioná-las de forma otimizada.

Se não cumprir as novas diretrizes do Google, de nada importa o conteúdo que se publica e se ele cumpra rigorosamente as regras de ouro de otimização SEO se, quando o utilizador tenta aceder a determinadas informações, a primeira coisa que visualiza é um grande anúncio que lhe dificulta o acesso ao conteúdo que procura.

Dito isto, convém analisar passo-a-passo por que o SEO local, e, mais especificamente, o SEO em em Curitiba, é tão importante para as start-up de nova geração e as empresas com soleira que decidiram trilhar o caminho para o universo online. Existem 10 simples questões para o modo manual de ajuda ao usuário neste sentido.

As 10 chaves para otimizar o seu SEO Curitiba na internet

1. Identificar-se no Google +, o Google My Business e criar um canal no YouTube

A rede social do Google e o seu canal do YouTube representam a ocasião ideal para posicionar estrategicamente os conteúdos de uma determinada página web. O Google encontra antes os conteúdos de cujo editor obteve uma média de dose de informação, como o sector de atividade a que pertence ou seus interesses predominantes. De fato, é aconselhável compartilhar periodicamente os conteúdos através de essas fontes (também no YouTube se geram conteúdos audiovisuais) com o fim de aumentar a autoridade da página e do domínio.

Identificando-se no Google My Business, por sua vez, permite analisar o negócio e trazer dados, tais como o horário de funcionamento, endereço e muitos outros muito relevantes para os usuários que desejam encontrar uma determinada empresa. Através desta ferramenta da gigante das telecomunicações (Google) também é possível aparecer no seu mapa.

2. Estudo SWOT

É evidente que, como em qualquer iniciativa empresarial, há que saber quais são os pontos fracos, os pontos fortes e as oportunidades de negócio que se quer posicionar. Através da análise da concorrência e do mercado SWOT, podem-se descobrir dados e informações extremamente relevantes para os interesses da companhia. Por exemplo, os termos mais relevantes a explorar por palavras-chave, que são melhor apreciados ou valorizados pelos clientes ou oportunidades que não devemos deixar passar.

Um bom estudo SWOT deve, além disso, revelar as tendências e resolver a sazonalidade anual de produtos, bens ou serviços estão em voga em determinada época do ano. Embora existam ferramentas como Tendências (do Google) ou SEMrush, onde se podem ver gráficos muito completas das tendências mais recentes, é imprescindível realizar este exercício, antes da observação, da análise de dados avançada para Big Data.

3. Estudo das palavras-chave long tail

Quando nos referimos ao posicionamento SEO local, faz-se referência, inevitavelmente, o matiz de que aquilo que tem de se posicionar deve ser feito, acima de tudo, entre os usuários que buscam na Comunidade de Curitiba. Pode ser ainda mais específico e determinar as palavras-chave por bairros.

Neste sentido, sempre de construir a estratégia de palavras-chave tendo em conta a long tail (por exemplo, “relógios em Curitiba”), e não a palavra-chave principal (que, neste exemplo, seria “relógios”).

Todo o SEO, se uma empresa quer focar em Curitiba, porque não reparte a domicílio, e só depende de sua loja física, localizada em uma rua da capital, tem que ser feito atendendo a este critério. O posicionamento sempre de conter a chamada long tail “em Curitiba”.

4. Estudo da concorrência no Keyword Planner

A concorrência no Keyword Planner é um fator elementar, juntamente com o volume de pesquisas que representa cada um dos termos-chave que interessam posicionar de uma empresa. Há que lembrar que existem certas expressões que não são negociáveis. Essas, e só essas são as que melhor descreve a atividade do negócio e as que melhor funcionam na idiossincrasia dos usuários (as que mais utilizam para procurar a sua loja). No entanto, existem algumas palavras-chave que podem ser modificadas em função da observação dos hábitos de navegação dos usuários e, deste modo, definir a estratégia, com astúcia.

Há que se destacar que a concorrência das palavras-chave disputa entre a Alta, a Média e Baixa, em função das licitações no google Adwords (campanhas de publicidade paga) existentes no momento de sua publicação. Daí que, se o que se pretende é levar a cabo uma estratégia puramente de conteúdos otimizados 100 % para SEO, se faça imprescindível apostar as melhores palavras-chave com volume de pesquisa relevante e concorrência mais Baixa que a Média. Este é o primeiro passo para obter uma estratégia de SEO local vencedora.

5. Otimização 100% para SEO em todos os elementos do texto

E, por “todos os elementos, entendem-se os seguintes:

– Titular atraente, no máximo, 70 caracteres que inclua a palavra-chave. Existem técnicas de engagement que podem ser muito úteis para aumentar o CTR (Click Through Rate), como, por exemplo, apelar para as emoções, perguntas ou usar o modelo how to.

– Meta description ” ou Short description que, igualmente, deve conter a palavra-chave, bem como as pinceladas, as informações mais relevantes do texto. Aquela que mais interessa ao leitor, tendo em conta os seus critérios de pesquisa.

– Tags h2 e h3: acima de tudo, nas h2 também se deve incluir a palavra-chave que você deseja posicionar a web.

– Alt de imagens: esta meta tag serve à Google para categorizar os conteúdos, portanto, a imagem deve estar intimamente relacionada com o conteúdo do artigo, para que a pesquisa de imagens responda de forma adequada, assim como se espera que faça seu display de conteúdos.

– Repetição da palavra-chave de maneira natural ao longo do texto em suas diferentes variações semânticas, que incluem sinônimos, plurais, singulares, masculinos e femininos. É necessário dar uma atenção especial a isso de emplazarlas “de forma natural” para não cair no erro de usar técnicas de Black SEO e ser penalizados pelos algoritmos complexos do Google (Panda, Pinguim).

06. Estratégia de linkbuilding natural

É inevitável, mas à medida que o conteúdo vai ganhando relevância (sempre no âmbito de um calendário editorial em que se defina a periodicidade de publicação de conteúdos), e cresça a autoridade da página e do domínio, o linkbuilding deverá chegar como caído do céu. E se usa o condicional porque o SEO, como tudo em Marketing, sempre é imprevisível.

O fato de haver outras páginas que ligam os domínios que se pretendem posicionar melhorará substancialmente a relevância online e tornar os conteúdos em referências notáveis ou salientes dentro de uma grande amálgama de artigos ou conteúdos que são enviados diariamente à internet.

Prestando atenção do que o conteúdo que se publica é sempre original e não há duplicação do mesmo, o sucesso estará garantido.

07. Estratégia de linkbuilding através do guest-blogging

O guest-blogging (blog convidado) é uma prática para salvar a imagem em frente ao algoritmo do Google que busca acabar com a prática da compra de links e anchor texts.

Encontrar colaboradores afins e publicar os seus conteúdos na nossa página web está a atrair tráfego orgânico, do mesmo modo que a webs próprias, se você faz o mesmo na outra página cujo branding seja semelhante, podem trazer grandes ganhos na obtenção de tráfego referido (não orgânico). Mas é que, o tráfego é sempre bem-vindo, independentemente de a fonte a partir da qual se obtenha.

Quanto mais usuários existam lendo um determinado conteúdo, mais chances de adqurir visibilidade na web através, por exemplo, de redes sociais. Daí a importância de otimizar a experiência do usuário em mobile e fazer com que os itens sejam carregados de forma rápida e eficaz. Não esquecer a importância de os botões de redes sociais. Têm de estar sempre presentes.

08. Análise em ferramentas de análise de dados avançada

Existem diversas ferramentas de análise de dados avançada para medir os resultados dos conteúdos otimizados para SEO em Curitiba. Por exemplo:

– Search Console: antigamente chamada Webmaster Tools do Google, realiza relatórios com 2 dias de decalage, onde podem visualizar-se as cópias das palavras-chave que melhor funcionam, a sua SERP no display do Google, o número de cliques que recebem e o seu CTR. Permite, além de realizar comparações mês a mês e semana a semana, assim como analisar sites por URL.

Também, revela os erros de SEO existentes, se existem URLs duplicadas ou se a página está otimizada para Mobile em uma estratégia responsive. É imprescindível manuseá-lo para obter os melhores resultados.

– Google Analytics: em SEO, os canais de Aquisição são elementares e todos aqueles provenientes do tráfego orgânico. Daí que se possa observar a cada dia, em tempo real, ou selecionando períodos concretos e compará-los (ou não) com datas específicas para realizar os testes de palavras-chave que melhor funcionam, ou páginas de destino que começar a construir o funil de compra.

– SEMrush: outra extraordinária ferramenta de análise avançada para observar o crescimento orgânico de forma pormenorizada. Você pode atender ao crescimento de backlinks, às mudanças de posição de determinadas palavras-chave (se são novas, melhoradas ou perdidos) e a sua SERP, bem como um enorme número de documentos hiper relevante sobre o qual construir a estratégia de melhoria e consecução de objetivos.

9. Conversão de objetivos

Os resultados de SEO sempre terão de estar ligados a certas chamadas para a ação ou botões CTA que devem reflectir-se no google Analytics. Para observar a performance de todos os links que envolvem os usuários a realizar determinadas ações (comprar, registrar, subscrever uma newsletter) é necessário configurar adequadamente os modals do google Analytics e, deste modo, melhorar a sua estratégia à medida que se vão colhendo bons resultados.

10. Cura de conteúdo

Esta é uma das estratégias mais eficazes para realizar o SEO local com muito sucesso. E é que os conteúdos que não obtêm os resultados desejados são sempre atualizáveis. A cura de conteúdo baseia-se, fundamentalmente, na edição dos textos e, tendo em conta a concorrência, os artigos da mesma temática mais bem posicionados e as últimas novidades, inserir todos esses pedaços de informação dos nossos, de tal forma que se enriqueçam os textos.

Onde encontrar um Consultor SEO em Curitiba?

Na PageUP se encontram os melhores consultores de SEO que você pode encontrar em Curitiba. Trata-Se de uma agência séria e comprometida com resultados, que pode ajudar a posicionar o seu negócio a crescer em benefícios. Seu conhecimento de mercado é alto e as campanhas estão perfeitamente otimizadas. Além disso, conta com parcerias em web design que controlam todos os aspectos internos de uma página que servem também -mesmo são realmente necessários – para melhorar o seu posicionamento e acelerar o processo. Um design antiquado e que não seja responsivo -ou seja, veja bem, em qualquer dispositivo – piora a eficácia de uma campanha de SEO.

Entre em contato conosco e solicite mais informações sobre nossa consultoria de SEO:

Share
Nenhum comentário

Comente você também!

})(jQuery)